domingo, 17 de fevereiro de 2019

OS NOMES DA AVENIDA BEIRA-MAR - CAMOCIM

Avenida Beira-Mar. Camocim-CE. 1983. Fonte: IBGE
Se você vai curtir uma praia hoje em Camocim, certamente em algum momento vai se deparar com um placa indicando AVENIDA BEIRA-MAR. Mas, sempre foi assim? A nomenclatura das ruas de uma cidade pode mudar com o tempo, com as conveniências e vaidades de quem tem o poder de nomear - vereadores e prefeito. Por outro lado, os projetos de nomeação dos ruas e logradouros públicos passa pela Câmara Municipal. Deste modo, um projeto deste pode ser aprovado na Câmara e não ser sancionado pelo prefeito. Ou ser indicado pelo prefeito e não ser aprovado pela Câmara. No primeiro caso, os vereadores ainda podem derrubar o veto do prefeito e o projeto virar lei, contudo, isso é raro.
Deste modo, ao longo do tempo, nossa principal avenida teve nomes que foram sendo substituídos por outros, e alguns que foram aprovados, mas não "pegaram". 
Lendo as atas da Câmara Municipal de Camocim, podemos ter uma ideia desta variedade de nomes.Já se teve, por exemplo AVENIDA ESPLANADA DO PORTO, quando o porto estava ativo nas primeiras décadas do século passado, mas a avenida ainda não tinha a extensão que tem hoje. Depois quiseram emplacar "RUA FREIRE NAPOLEÃO", a um trecho que ia do Camocim Club à antiga CEPESCA. No tempo dos "seis anos com amor", da então prefeita Ana Maria Veras, quando a via foi alargada e estendida até ao bairro da Praia, foi aprovado o nome pomposo de AVENIDA MARIO ANDREAZZA, em homenagem ao então Ministro do Interior" do regime ditatorial de 1964 que liberou a verba para a realização da obra. 
Na sessão de 21 de junho de 1990, o então vereador Rooselvelt Araújo Queiroz apresentou projeto "denominando de AVENIDA DEPUTADO MURILO AGUIAR a avenida que, nascendo na Praça denominada Murilo Aguiar segue pela orla Marítima até o lugar denominado ‘Barreiras’”. Na sessão seguinte de 28 de junho de 1991, o projeto foi aprovado.
Contudo, o bom senso parece ter se rendido ao aspecto natural da nossa orla e o nome AVENIDA BEIRA-MAR passou a fazer parte dessa galeria de nomes a partir da construção do calçadão que a margeia, realizado na gestão do prefeito Sérgio Aguiar.


Fonte: Arquivo da Câmara Municipal de Camocim. 17ª Sessão Ordinária – 1º Período Legislativo. 3ª Sessão Legislativa. 11ª Legislatura. 21 de junho de 1991. p.148.


quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

A FAUNA DO RIO COREAÚ (CAMOCIM)

Pescadores no Rio Coreaú. Camocim. 2019. Foto: João Conrado Ponte.


Num momento em que o Brasil e o mundo se consterna diante da catástrofe ambiental ocorrida em Brumadinho (MG), sem falar da anterior, que foi o crime de Mariana, também em Minas Gerais, é hora de olharmos para o que temos perto de nós e de como podemos preservar nossos recursos naturais para sempre. Neste sentido, apresentaremos alguns aspectos do nosso ecossistema que faz parte de um estudo sobre a diversidade natural do Parque Nacional de Jericoacora. Nesta postagem, destacaremos a fauna do nosso Rio Coreaú:

 A fauna de água doce da região se destaca no rio Coreaú (Camocim). A diversidade encontrada contém 62 espécies de peixes, sete espécies de crustáceos e sete espécies de moluscos com um total de 76 espécies de animais aquáticos. Entre os exemplos encontrados no rio Coreaú as espécies de peixes chama atenção o camurim-corcunda Centropomus undecimalis que também é conhecido como Robalo. Possui alto valor comercial, sendo também utilizado na aquicultura e pesca esportiva. Na região sua pesca tem a finalidade principal de comercialização. 
[...]
O cavalo-marinho Hippocampus reidi que apresenta valor comercial para fins de aquarismo é encontrado em área de mangue dentro do parque. A exploração que ocorre em torno dessa espécie é para finalidade turística, sendo conhecimento localmente como “passeio do cavalo-marinho”. 
Camocim e Acaraú estão entre os maiores produtores de pescado do Estado do Ceará. Das espécies marinhas a mais explorada comercialmente é o camarão-branco Litopenaeus schmitti. Para os trabalhadores que vivem da pesca esta é a espécie que gera mais renda. 

Esse é um trecho do estudo do ICMBIO, órgão do governo federal. Mas, a questão é a seguinte: Como estamos agindo para uma exploração sustentável destes recursos naturais?

Fonte:Plano de Manejo do Parque Nacional de Jericoacoara Encarte 2 - Análise da Região Unidade de Conservação. Disponível em: http://www.icmbio.gov.br.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

MEMORIAL DO LEGISLATIVO CAMOCINENSE


Convite de Inauguração do Memorial Legislativo. Camocim. 2018. Fonte: Arquivo do blog.

Foi inaugurado em 18 de dezembro de 2018 em Camocim, o Memorial do Legislativo Camocinense, vereador Kleber Pessoa Navarro Veras, denominação proposta pela vereadora Lúcia Sousa Melo Freitas e aprovada por unanimidade pelos vereadores da Câmara Municipal de Camocim. Kleber Pessoa Navarro Veras foi vereador em Camocim entre  1955 a 1958 e pai do atual presidente da Câmara Kléber Trévia Veras (biênio 2017-2018). Fisicamente, o Memorial fica localizado no prédio da Câmara Municipal e consta das seguintes galerias:

 1. Galeria Mauro Viana, em homenagem ao mesmo e que reúne algumas obras de artistas plásticos camocinenses como Totõe, Eduardo, Mauro Viana, dentre outros. A galeria fica na parte destinada ao público no Plenário Murilo Aguiar.

 2. Galeria Mulheres no Legislativo, faz referência às mulheres que já exerceram mandato na Câmara Municipal de Camocim, além das que estão atuando atualmente, com suas fotos dispostas cronologicamente. Localiza-se no átrio do Plenário Murilo Aguiar.

 3.Galeria dos Ex-presidentes da Câmara de Camocim, Antônio Mingueira Braga,  reúne as fotos dos ex-presidentes do legislativo camocinense.

 4. Galeria dos Ex-vice-prefeitos de Camocim,  reunindo a maioria dos ex-vice-prefeitos do município.

 5.Galeria dos Ex-prefeitos de Camocim, onde estão representados todos os ex-gestores do município.

 6.Galeria da Ferrovia, uma alusão à história de nossa ferrovia e aos ferroviários que nela trabalharam.

 7.Galeria dos Filhos Ilustres de Camocim, em homenagem aos grandes camocinenses que inscreveram seu nome na história do município. A galeria destaca inicialmente a figura do aviador Euclydes Pinto Martins.

 8. Biblioteca, reunindo centenas de livros nos mais variados campos do saber, com destaque para as obras escritas por poetas e escritores camocinenses.

Digitalmente, o memorial dispõe de terminais de computadores onde os visitantes podem acessar a internet e realizarem pesquisas nos seguintes bancos de dados:

1.Atas das sessões da Câmara Municipal de Camocim – desde 1948 aos dias de hoje. Para isso, todos os Livros de Atas antigos da Câmara foram digitalizados e podem ser acessados nos terminais.

2.Livro de Ofícios Expedidos – Livro nº 01 de Ofícios Expedidos do anos de 1886. Uma raridade do século XIX que também pode ser acessado digitalmente.

Projetos para 2019:

1.       Reunir um grande banco de dados sobre o município de Camocim, com informações sobre todas as áreas do conhecimento, reunidos e disponibilizados para pesquisa no Memorial.

2.       Transformar o Memorial num espaço multicultural onde a sociedade civil organizada possa usufruir do mesmo para suas atividades e eventos.


quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

JOSÉ DIAS MACÊDO

J. Macedo em Camocim, conversando com pescadores. In: CARNEIRO, Glauco. J. Macêdo. Uma saga empresarial Brasileira. São Paulo: Edicon. 1989, p.37.

Faleceu nesta quinta-feira, 06 de dezembro de 2018, aos 99 anos de idade, em Fortaleza, o industrial José Dias Macêdo. Fundador de um dos maiores empresariais do país, nasceu em Camocim em 08 de agosto de 1919, na casa onde hoje funciona o Colégio Georgina Leitão Macêdo, em homenagem à sua genitora.

José Dias Macêdo. Fonte: coisadecearense.blogspot.com

Aqui no Camocim Pote de Histórias o amigo leitor poderá reler algumas matérias que fizemos sobre a vida de J. Macêdo, (quinta-feira, 18 de agosto de 2016. O INICIO EMPRESARIAL DOS MACEDO EM CAMOCIM; sábado, 6 de dezembro de 2014; CAMOCIM NAS LEMBRANÇAS DE J. MACEDO. Parte I e II; sexta-feira, 11 de maio de 2012, PARLAMENTARES DE CAMOCIM - JOSÉ DIAS MACÊDO). destacando principalmente as lembranças que ele tinha da sua cidade natal, onde começara vendendo e comprando na bodega seu pai e sua passagem pela política.


terça-feira, 27 de novembro de 2018

CAMOCIM É UM POTE DE HISTÓRIAS - O LIVRO

Capa do livro "Camocim é um pote de histórias". Sobral. Edições UVA, 2018.
Capa: Oléo sobre tela de Mauro Viana


.
Não, não é propaganda do blog Camocim Pote de Histórias, mas uma obra que começou nele e a partir dele. Em 2016, desafiei os alunos do Curso de História PARFOR/UVA/CAMOCIM a escreverem pequenos textos para o blog, evidenciando aspectos da história da cidade. Em 2017, utilizei estes textos para servirem de base para que os alunos do Curso de Especialização em História do Ceará, da Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA, escrevessem outros escritos, apontando dificuldades teóricas, possibilidades de pesquisa e propostas pedagógicas. Resultado em 2018: um livro juntando tudo isso, integrante das Publicações PARFOR 2018, dentro da Coleção PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NO ÂMBITO DO PARFOR/UVA.  O primeiro lançamento da obra (ainda haverá outros, inclusive em Camocim)  "Práticas Inovadoras: Camocim é um Pote de Histórias", ocorreu hoje, dia 27 de novembro de 2018, no Centro de Educação à Distância - CED, Sobral-CE, dentro da programação do EVENTOS 2018 do Curso de História.