O Blog:

Amigos e conterrâneos camocinenses, a gente só dar o que tem. Quando pensamos editar um blog, este foi o pensamento: doar todo nosso esforço na construção de uma ferramenta como esta para a divulgação pura e simples da nossa história. Contudo, essa é uma oportunidade de todos participarem desta empreitada, seja comentando, sugerindo, corrigindo e, efetivamente, participando dessa grande viagem que a História nos proporciona. Que nosso "POTE" nunca encha e sacie a todos!!!

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

IDEIAS PARA A CULTURA DE CAMOCIM - PROGRAMA EDITORIAL CARLOS CARDEAL

-->
Carlos Cardeal - Foto: http://desvedandocardial.blogspot.com.br

No Brasil, apesar do franco desenvolvimento da indústria editorial, ainda temos uma grande defasagem com relação à formação de público leitor, assim como de uma distribuição mais equitativa de bibliotecas e livrarias entre as regiões. Programas editoriais ligados à esfera pública e iniciativa privada são iniciativas que poderiam resolver este problema. Por outro lado, são poucas as prefeituras e mesmo estados no Brasil que possuem programas editoriais com efetiva regularidade. A ideia é que a Prefeitura Municipal de Camocim viabilize um programa editorial permanente, aproveitando o potencial literário da população camocinense, representado por escritores, poetas e historiadores locais, ligados ou não à entidades literárias como ACCAL – Academia Camocinense de Ciências Artes e Letras ou do Grêmio Literário Prof. Ivan Pereira de Carvalho. Por outro lado, lei específica para este projeto já foi criada com a denominação de PROGRAMA EDITORIAL CARLOS CARDEAL1, bastando ser retomada, aperfeiçoada ou mesmo ampliada. Desta forma, anualmente, através de edital específico poderia se estabelecer a publicação de 02 ou 03 livros de autores camocinenses nas áreas de literatura (romance, conto, poesia) e história local, com premiação ou não para os vencedores. A própria publicação da obra já seria um prêmio, que seria distribuída e trabalhada na rede pública de ensino municipal. Recursos para projetos dessa natureza podem ser captados tanto em Leis e Editais específicos de incentivo do Governo do Estado e Governo Federal. No entanto, face aos custos de uma ação como essa, em relação a eventos realizados nas áreas da cultura e da educação, o próprio orçamento da Secretaria de Cultura ou mesmo da Educação, poderiam perfeitamente cobrir estes investimentos na criação de um pólo cultural na área. Sem dúvida, com a adoção deste projeto Camocim entraria para o circuito cultural do Estado. Projetos deste tipo, do nosso conhecimento no Ceará, só existem nas cidades de Fortaleza e Sobral. Isso criaria um polo literário e historiográfico que redundaria em visibilidade cultural e atrairia outros eventos como feiras, seminários, dentre outros.

1 Pensada por nós, foi proposto na Câmara Municipal de Camocim pelo vereador Kléber Trévia, aprovado por unanimidade e sancionado pelo prefeito anterior. Contudo, na dotação orçamentária para o referido projeto, o mesmo prefeito vetou a dotação proposta pelo vereador Kléber Trévia. A Câmara manteve o veto prefeitural.

Nenhum comentário:

Postar um comentário