O Blog:

Amigos e conterrâneos camocinenses, a gente só dar o que tem. Quando pensamos editar um blog, este foi o pensamento: doar todo nosso esforço na construção de uma ferramenta como esta para a divulgação pura e simples da nossa história. Contudo, essa é uma oportunidade de todos participarem desta empreitada, seja comentando, sugerindo, corrigindo e, efetivamente, participando dessa grande viagem que a História nos proporciona. Que nosso "POTE" nunca encha e sacie a todos!!!

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

A IGREJA DE BOM JESUS DOS NAVEGANTES DE CAMOCIM

Igreja Matriz de Bom Jesus dos Navegantes. Camocim-CE. 1918.
Esta talvez seja a primeira imagem da nossa Igreja Matriz após a bênção da mesma realizada em dezembro de 1917 pelo Bispo Dom José Tupinambá da Frota, data em que também foi benzida a imagem de Bom Jesus dos Navegantes. Trata-se de um clichê publicado em 1918 no jornal Folha do Littoral editado em Camocim. Sem o recurso da fotografia nos jornais da época, as imagens eram obtidas em placas de metal (geralmente zinco), cuja matriz gravada nestas placas eram levadas à impressão tipográfica através de métodos da estereotipia, galvanotipia ou fotogravura. Na matéria jornalística, ressalta-se que o suntuoso templo católico estava erguido na Praça Bom Jesus, cujo terreno fora doado pelo coronel Severiano José de Carvalho. Como se sabe, a planta da Igreja Matriz, obedeceu ao concebido pelo engenheiro da estrada de ferro Dr. José Privat. Iniciada em 1883, a construção teve que ser demolida e retomada posteriormente pelo Padre José Augusto da Silva, que chegou em Camocim em fevereiro de 1906. Ressalta ainda a matéria os "esforços empregados pelo nosso benemerito Vigário na construção de nossa Matriz [...]  e da cooperação dos seus paroquianos que demonstraram em concorrer com o seu obolo em auxilio do nosso distincto Vigário". Informa ainda que naquele momento, 1918, ainda faltavam erigir "duas pyramides lateraes".

Fonte: Jornal Folha do Littoral, Camocim, domingo, 18 de agosto de 1918. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário