O Blog:

Amigos e conterrâneos camocinenses, a gente só dar o que tem. Quando pensamos editar um blog, este foi o pensamento: doar todo nosso esforço na construção de uma ferramenta como esta para a divulgação pura e simples da nossa história. Contudo, essa é uma oportunidade de todos participarem desta empreitada, seja comentando, sugerindo, corrigindo e, efetivamente, participando dessa grande viagem que a História nos proporciona. Que nosso "POTE" nunca encha e sacie a todos!!!

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

A SOCIEDADE SÃO VICENTE DE PAULA EM CAMOCIM

Sede da SSVP. Fonte: revistacamocim.com
Na minha última visita a Camocim vi de perto os trabalhos de reforma da sede da Sociedade São Vicente de Paula situada à Rua 24 de Maio, esquina com Marechal Floriano. Como todos sabem, a SSVP é uma entidade que pratica a filantropia ligada à Igreja Católica. Neste espaço já me referi a uma luta antiga dos vicentinos em construir um albergue para idosos num espaço contíguo à vila de casas administradas pela SSVP na Rua Marechal Floriano. Naquele texto expressei minha admiração de tal projeto ainda não ter sido realizado face às outras obras já realizadas pela Paróquia Bom Jesus dos Navegantes, dizendo: O que é um albergue para acolher idosos diante de uma Igreja de São Francisco, de uma casa de veraneio para o Bispo, de um Centro Comunitário como o do Bairro São Francisco? Falta dinheiro, vontade ou fé?  Existe outra explicação? Eu só queria entender". Estudando mais sobre o objetivo da SSVP no meio católico, talvez algumas luzes iluminem uma compreensão entre o quê o seu fundador idealizou como missão no mundo e as demandas que a Igreja Católica elegeu ao longo dos tempos. Nos estatutos da SSVP do Rio de Janeiro, fundada em 1861 o mesmo reza que a sociedade deveria "levar consolações aos enfermos e aos encarcerados, de instruir as crianças pobres, desamparadas ou reclusas, e de prestar socorros religiosos aos que dele carecerem em artigo de morte" (Arquivo Nacional, caixa 575, código 173).
Às vezes, a Igreja também entrava na seara política e adaptava seus interesses com a rede de associações pias composta pelos leigos cristãos. Prova disso foi o fato da SSVP ter sido em Camocim e em outros recantos do país o braço da Igreja Católica que atuava no campo da caridade e catequização junto aos mais pobres, que, na ótica da Igreja eram mais suscetíveis em adotar o credo vermelho e seu leque de promessas de uma sociedade mais igualitária. Na guerra travada entre católicos e comunistas, os vicentinos foram chamados para arrecadarem alimentos e remédios e, em cada cidade que atuava deixava quase sempre um ambulatório médico para socorrer os necessitados. Um desses foi instalado em Camocim no passado. No entanto, o que queremos evidenciar neste espaço não é propriamente a coloração ideológica ou doutrinária de qualquer entidade, mas, a luta de uma associação de abnegados que, motivados por sua fé e talvez o compromisso social de cada um, tentam realizar um trabalho caritativo junto aos mais pobres de nossa sociedade, enfrentando dificuldades dentro e fora de seu âmbito de ação, no caso de Camocim, desde 16 de outubro 1938, data de sua fundação, segundo o Livro de Registro de Pessoas Jurídicas, do antigo Cartório André. Aos esforços dos vicentinos em reformar seu espaço de reuniões e sociabilidades, nossos votos de sucesso pleno nessa empreitada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário