O Blog:

Amigos e conterrâneos camocinenses, a gente só dar o que tem. Quando pensamos editar um blog, este foi o pensamento: doar todo nosso esforço na construção de uma ferramenta como esta para a divulgação pura e simples da nossa história. Contudo, essa é uma oportunidade de todos participarem desta empreitada, seja comentando, sugerindo, corrigindo e, efetivamente, participando dessa grande viagem que a História nos proporciona. Que nosso "POTE" nunca encha e sacie a todos!!!

quarta-feira, 5 de julho de 2017

I CENTENÁRIO DO TG 10 001 EM CAMOCIM. HOMENAGEM AOS DIRETORES.


Na solenidade do I Centenário do TG 10 001, realizada no dia 03 de julho de 2017 pela Câmara Municipal de Camocim, foram homenageados vários Diretores do TG, cargo que cabe ao Prefeito Municipal na parceria com o Exército Brasileiro. Abaixo transcrevemos o texto lido:

Vereador Marcos Coelho entregando comenda ao Sr. Edilson Coelho, ex-prefeiro e ex-diretor do TG. Camocim. 2017. Foto: Marcos Coelho.

Tiro de Guerra 213 de Camocim. 1928. Fonte: Revista O Malho. Rio de Janeiro.

homenagem AOS DIRETORES do tg
A parceria da Prefeitura Municipal com o Exército Brasileiro é que viabiliza a existência do TG 10 001.   Deste modo, ao Prefeito Municipal cabe o cargo de Diretor do TG. Neste sentido, o Diretor do TG tem a responsabilidade da manutenção do TG através dos convênios celebrados ao longo do tempo. O apoio, portanto, da Prefeitura se dá tanto com relação à moradia para o instrutor, quanto à dotação de recursos financeiros para sua manutenção.   Em contrapartida, a “vantagem dos municípios que possuem sede de Tiro de Guerra é poderem contar com um eventual apoio, mediante autorização do Exército, nos casos de calamidades públicas, catástrofes (podendo ser ou não por causas naturais) e outras perturbações que justifiquem o emprego de tropas federais na região, conforme Lei Complementar 97(Emprego das Forças Armadas), além de atividades de colaboração com a Defesa Civil”.
[...] A se considerar o ano de 1917 como o da fundação do Tiro de Guerra em nosso município, foram diretores do TG  01 intendente e 28 prefeitos, conforme a lista abaixo:

01 - 1917 – Tasso Augusto Napoleão (Intendente)

PREFEITOS
01 -1919 - Pe. José Augusto da Silva.
02- 1920 - Tenente Coronel José Vitorino de Meneses
03- 1921 - Moisés Cavalcante Rocha
04- 1923 - Francisco Nelson Pessoa Chaves
05- 1927 - Thomaz Zeferino Veras
06- 1930 - Dr. Gentil Barreira
07- 1935 - João da Silva Ramos
08- 1944 - Tenente João Batista de Souza Brandão
09- 1945 - Horácio Pessoa (março a junho)
10- 1945 - Antonio Alcindo Rocha - (jul. a out.)
11- 1945 - Antonio de Albuquerque Souza (nov)
12- 1945-  Francisco Othon Coelho (dez.)
13- 1946 - Tenente Luís Marques de Souza
14- 1947 - José Pinheiro Pessoa
15- 1948 - Francisco Othon Coelho
16- 1951 a 1954 / 1967 a 1970 - Setembrino Fontenele Veras
17- 1955 - Murilo Rocha Aguiar
18- 1959 - Carlos Trévia
19- 1963 - João Batista Rocha Aguiar
20- 1971 - Dr. José Maria Primo de Carvalho
21- 1973 - João Pascoal de Melo
22- 1977 - Edilson Veras Coelho
23- 1983 - Ana Maria Beviláqua Moreira Veras
24- 1989 - Murilo Rocha Aguiar Filho
25- 1993 - Antonio Manoel Fontenele Veras
26- 1997 a 2004- Sérgio Aguiar Lima Aguiar
27- 2005 a 2012- Francisco Maciel de Oliveira
28-2013 aos dias atuais- Mônica Gomes Aguiar.



 Podemos perceber, portanto, que a existência de um Tiro de Guerra é fruto de uma parceria, parceria esta “ mais que vantajosa para os três entes, (Exército, Poder Executivo Municipal e Cidadão) ” e que tem se mostrado no decorrer do tempo, em nosso caso, um século, “instrumento de educação e civilidade nos mais distantes rincões do território nacional, sendo que os TG passaram a ser conhecidos pela Sociedade Brasileira como verdadeiras “ESCOLAS DE CIVISMO E CIDADANIA”.

Fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário