O Blog:

Amigos e conterrâneos camocinenses, a gente só dar o que tem. Quando pensamos editar um blog, este foi o pensamento: doar todo nosso esforço na construção de uma ferramenta como esta para a divulgação pura e simples da nossa história. Contudo, essa é uma oportunidade de todos participarem desta empreitada, seja comentando, sugerindo, corrigindo e, efetivamente, participando dessa grande viagem que a História nos proporciona. Que nosso "POTE" nunca encha e sacie a todos!!!

sexta-feira, 2 de março de 2012

O POTENCIAL CULTURAL DE CAMOCIM

Às vezes fico me perguntando que cidade do porte de Camocim tem tantos talentos na área da cultura. Onde encontrarmos músicos à altura de um Maestro Miguel e tantos outros do NAEC? Que cidade teria tantos literatos a ponto de termos uma academia de letras e grupos literários? E os pintores? Quantas teriam um um Totõe, Mauro Vianna, Eduardo, só para citar estes que estão em plena atividade? E a criatividade de um Paulo Açucar a construir narrativas de casamentos matutos? Onde encontrar um poeta como R. B. Sotero e um escritor como Inácio Santos ou Avelar? Essa é apenas uma pequena amostra do que temos em todas as áreas da cultura, que já redundaram em movimentos e produtos que aos poucos vão se perdendo, seja por falta de incentivo de uma política pública no setor ou do desinteresse dos artistas que acabam descobrindo que precisam sobreviver, e que viver da arte às vezes é utopia. Desta forma, as tradições culturais como a Dança do Coco, o Reisado, a marujada se foram com seus idealizadores... O Festival de Música entrou naquela lista (do já teve!), que a cada dia aumenta. Agora, recentemente no período momino, uma turma de nostálgicos procurou recuperar o carnaval de outrora reativando a festa de salão através do Bloco da Alegria. Ao invés de receber apoio oficial, eis o que me confidenciou um amigo folião do bloco: alguém ligado à organização do carnaval oficial teria sondado a banda  que iria abrilhantar seu baile principal com uma proposta de cobrir o "cachê" da mesma, só para que não acontecesse tal festa. A sordidez do ato só não foi maior porque ainda existem pessoas de palavra neste mundo...

Um comentário:

  1. Amigo e Historiador Carlos Augusto. Gostaria não só de parabenizá-lo mas também agradecê-lo pela edição deste conceituado blog. Com ele você tanto dá suporte para alunos e pesquisadores como também ajuda a construir e divulgar a História de Camocim e preservar a Memória desse povo. Toda vez que acessamos "CAMOCIM POTE DE HISTÓRIAS" nos deleitamos com uma boa leitura de suas belas postagens que nos fazem viajar no tempo e nos deixam um pouco mais conhecedores da hisória de nossa cidade. Muito boa a postagem acima, onde você menciona alguns dos talentos, na área da cultura camocinense. Mas no final, o que nos deixa triste é sabermos que existe alguém com "des-amor" à cultura que, mesmo estando organizando um evento cultural como o carnaval, tenta obstacularizar uma iniciativa de quem quer reativar uma tradição cultural, que também é carnaval. Isso é lamentável e até contraditório.

    ResponderExcluir