domingo, 1 de setembro de 2013

III SC 01 - A MINA DE COBRE DE VIÇOSA E O PORTO DE CAMOCIM


Mina da Pedra Verde. Viçosa do Ceará.
Porto de Camocim. Arquivo do blog.
Dentro das viabilidades econômicas para movimentar o Porto de Camocim e até mesmo a antiga Estrada de Ferro de Sobral, o potencial mineralógico da região sempre foi colocado como saída, realizando-se uma integração dessa parte do Ceará e de estados vizinhos como o Piauí e Maranhão. No entanto, salta aos olhos a ineficiência e a falta de vontade política de nossos governantes para a causa. Senão vejamos o caso da mina de cobre da Pedra Verde em Viçosa, que teve suas primeiras explorações ainda no século XIX por exploradores europeus, "vindo ao Ceará pelo litoral norte do estado", Camocim, mais especificamente. Pois bem, como assinala a Revista Veja (01 de dezembro de 1976, ed. 430, p.110-111), a mina tinha uma capacidade de 20 milhões de toneladas, que poderiam produzir cerca de 60 toneladas diárias a serem transportadas de caminhão até o "porto marítimo de Camocim, um ancoradouro natural que mesmo em decadência há quarenta anos pode ser utilizado de imediato, livre de novos investimentos, o concentrado seguirá por chatas até a Bahia para ser afinal industrialmente processado". Ora, isso nunca aconteceu, notadamente porque o porto necessitaria da eterna dragagem e outros investimentos. A reportagem é do final de 1976, a mina esteve em atividade "em meados da década de 60 aos anos 80, sendo abandonada literalmente até os anos 2000 (...) Empregava centenas de trabalhadores de várias empresas como a CPRM e a GOSOL". Como podemos perceber o que falta mesmo é um planejamento sério das ações de governo no sentido da exploração de nossos recursos, integrando as potencialidades da região com os equipamentos disponíveis. 









Fonte: Texto e foto da mina da Pedra Verde: http://www.ratificando.com/noticias/mina-pedra-verde-vicosa-do-ceara/#ixzz2de7nfYfA

Nenhum comentário:

Postar um comentário