O Blog:

Amigos e conterrâneos camocinenses, a gente só dar o que tem. Quando pensamos editar um blog, este foi o pensamento: doar todo nosso esforço na construção de uma ferramenta como esta para a divulgação pura e simples da nossa história. Contudo, essa é uma oportunidade de todos participarem desta empreitada, seja comentando, sugerindo, corrigindo e, efetivamente, participando dessa grande viagem que a História nos proporciona. Que nosso "POTE" nunca encha e sacie a todos!!!

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

V SC - 02. OS AMIGUINHOS DE CAMOCIM. AS NOSSAS CRIANÇAS NA REVISTA TICO TICO

Crianças camocinenses na Revista Tico-Tico. 1926, Nº 10, p.88.

A mídia sempre foi fascinante, independente do tempo e do espaço. Ter seu nome nela de forma positiva é um colírio para os olhos e uma massagem no ego. Em tempos de blogsfera aparecer neste ou naquele blog é sinal de status, que o diga quem vez por outra é matéria do Camocim Online. Mas, voltando ao nosso assunto, trazemos um pouco da mídia de outrora. Deste modo, aparecer num veículo do quilate da Revista Tico-Tico do Rio de Janeiro era a glória. É o que parece ter acontecido com os pais e as crianças camocinenses que vez por outra eram retratadas na seção Os Nossos Amiguinhos da primeira revista brasileira voltada para o público infantil, que circulou entre 1905 e 1962, trazendo "passatempos, mapas educativos, literatura juvenil e informações sobre história, ciência, artes, geografia e civismo". Naquela época as relações econômicas, sociais e políticas de nossa cidade eram travadas mais com o Rio de Janeiro do que Fortaleza, o que explica a referência à nossa cidade em jornais e revistas cariocas. Na edição 398 de 1913, a Revista Tico-Tico estampa a foto de Carlos Cavalcante, filho do Sr. Walmory Cavalcante. Já no ano de 1926, edição 10, p.88 (foto acima), são apresentadas as crianças Aldenora Ximenes de Mello e Tobias Monteiro, representantes de famílias importantes do Camocim de outrora.

Fontes consultadas:
http://bndigital.bn.br/artigos/o-tico-tico/
Revista Tico-Tico. RJ, 1913 e 1926.

Nenhum comentário:

Postar um comentário