O Blog:

Amigos e conterrâneos camocinenses, a gente só dar o que tem. Quando pensamos editar um blog, este foi o pensamento: doar todo nosso esforço na construção de uma ferramenta como esta para a divulgação pura e simples da nossa história. Contudo, essa é uma oportunidade de todos participarem desta empreitada, seja comentando, sugerindo, corrigindo e, efetivamente, participando dessa grande viagem que a História nos proporciona. Que nosso "POTE" nunca encha e sacie a todos!!!

domingo, 19 de junho de 2011

A IGREJA DE SÃO PEDRO DE CAMOCIM .


Pouca gente sabe, mas, a construção da Igreja de São Pedro teve outras motivações para além dos objetivos católicos de evangelizar, catequizar ou venerar o primeiro Papa da Igreja Catolíca. No caso de Camocim, iniicalmente uma insignificante vila de pescadores, a associação com São Pedro, apóstolo de Jesus, pescador de peixes, e homens posteriormente, poderíamos dizer que não havia maior apelo que este. No entanto, o mentor da construção do templo que hoje ainda domina a paisagem do bairro do mesmo nome, Padre Manuel Henriques, em carta aberta datada de setembro de 1938 dirigida à população, principalmente aos comerciantes da época, destaca que tal empreendimento, para além "das necessidades não sómente espirituaes e moraes (...) mas também sociaes e patrioticas", serviria para que os cristãos se precavessem "contra a callamidade do communismo, apregoada fascinantemente pelas organizações inimigas". Mesmo Camocim sendo um reduto da militância comunista no Ceará neste período, o povo também é católico e os apelos do padre foram concretizados quatro anos depois. Em 29 de junho de 1942 a Igreja de São Pedro foi inaugurada e abençoada pelo Padre Inácio Nogueira Magalhães conforme nos informa o 1º Livro de Tombo da Paróquia de Bom Jesus dos Navegantes. 1904-1930, à página 33. A carta recuperada pelo blog e publicada nessa postagem foi dirigida ao Sr. F.Menescal Carneiro. Ainda com relação à Igreja de São Pedro, em 29 de março de 1973 foi criado o Curato de São Pedro na Reunião do Prebistério realizada em Tianguá. Uma pesquisa maior pode recuperar o universo das doações para a construção do templo católico, assim como das iniciativas da população do bairro para o mesmo intento. Essa é a nossa contribuição para a história da Igreja de São Pedro que este ano faz o seu sexagésimo nono aniversário.

Um comentário:

  1. Meu pai foi um dos que ajudaram a construir a Igreja de São Pedro. Hoje ele, com 80 anos, conta que quando pequeno lembra que várias pessoas ajudaram a construi-la, inclusive minha avó.

    ResponderExcluir