O Blog:

Amigos e conterrâneos camocinenses, a gente só dar o que tem. Quando pensamos editar um blog, este foi o pensamento: doar todo nosso esforço na construção de uma ferramenta como esta para a divulgação pura e simples da nossa história. Contudo, essa é uma oportunidade de todos participarem desta empreitada, seja comentando, sugerindo, corrigindo e, efetivamente, participando dessa grande viagem que a História nos proporciona. Que nosso "POTE" nunca encha e sacie a todos!!!

sexta-feira, 10 de junho de 2011

NO OLHO DA RUA - ENGENHEIRO PRIVAT


Antes que algum parlamentar resolva mudar o nome da Rua Engenheiro Privat, (que já se chamou 15 de novembro)para um nome de parente ou aderente, vamos focalizar uma das mais antigas ruas de Camocim. Metamorfoseada pela construção da Estrada de Ferro de Sobral, o traçado urbano da então vila, privilegiou o estilo "xadrex", com algumas variações. A Rua Engenheiro Privat, faz parte do núcleo que se formou em torno da Estação Ferroviária e do Porto, centro das atividades comerciais desde o final do século XIX, ainda hoje perceptíveis por um casario que ainda conserva alguma lembrança desses tempos, hoje muito abalada pela especulação imobiliária. Nessa rua já funcionou o Cine Teatro Fênix, sede do Banco do Brasil e Camocim Club (no casarão do imortal Artur Queirós), o inesquecível Cine João Veras, a sede própria do Camocim Club, hoje à venda, Mercearia Serrote, Casa da Revista, a firma comercial, V. Aguiar & Cia, um posto de gasolina, as pensões familiares e pequenos hotéis, dentre outros, do tempo do trem e dos navios. O nome é em homenagem a um dos diretores que abriram a ferrovia em 1881, Engenheiro Dr. José Privat, que também fez o projeto da Igreja Matriz de Camocim, nessa mesma época. Os restos mortais do citado engenheiro jazem na Igreja da Matriz de Bom Jesus dos Navegantes, relembrando um tempo em que membros da elite eram enterrados nas igrejas.

Foto: Arquivo do blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário