O Blog:

Amigos e conterrâneos camocinenses, a gente só dar o que tem. Quando pensamos editar um blog, este foi o pensamento: doar todo nosso esforço na construção de uma ferramenta como esta para a divulgação pura e simples da nossa história. Contudo, essa é uma oportunidade de todos participarem desta empreitada, seja comentando, sugerindo, corrigindo e, efetivamente, participando dessa grande viagem que a História nos proporciona. Que nosso "POTE" nunca encha e sacie a todos!!!

terça-feira, 15 de março de 2011

A CAPITANIA DO CAMOCIM - SÉRIE MAPAS


A partir de hoje estaremos incrementando mais um serviço no blog, isto é, mostrar como a região de Camocim já foi representada em mapas. Sabe-se que desde as primeiras décadas após o "descobrimento" do Brasil que a região era visitada por piratas e corsários franceses e holandeses e, efetivamente, por portugueses em busca de tomar posse e expulsar os estrangeiros. que traficacavam espécimes da fauna e da flora. Devido essa intensa visitação e o comércio madeira, principalmente a Tatajuba, vários mapas foram produzidos no sentido de orientar as incursões, inclusive com várias denominações. Só para citar como exemplo, nosso plácido Rio Coreaú, cujo leito assoreia-se mais a cada dia sem as dragagens devidas, já foi grafado de várias formas, dependendo do cartógrafo: Rio Camori, Camusip, Cruz, ou mesmo São Francisco, dentre vários outros. A região foi tão importante do ponto de vista estratégico e comercial, que súditos do rei português chegaram até a propor a criação de uma Capitania do Camocim. No mapa acima, aparece bem ao centro do losango central.

Texto: com informações do site: www.ufpi.br. Trabalho: Cap.III: Histórias do Pescador,
dos Cacos e dos Antigos Cronistas.

Mapa. Detalhe da Costa Leste-Oeste com referência à Camocim – “R. comoSip” (emvermelho). (SANCHES,[ca.1633]).


4 comentários:

  1. Parabéns, nobre professor e amigo Carlos Augusto pela iniciativa de criar um blog sobre as muitas histórias de nossa terra. Este assunto em destaque será de grande valia para aprofundarmos nosso conhecimento sobre às raízes de nossa Camocim. Servirá ainda para somar aos conteúdos ministrados nas aulas de colonização portuguesa e cartografia.
    Profº. Carlos Manuel.

    ResponderExcluir
  2. Carlos,
    estou esperando a sua colaboração para o blog. É só mandar para o meu e-mail que divulgarei. Abração!

    ResponderExcluir
  3. Onde seria o lugar, das fortificações holandesas ou portuguesas? Pois os relatos falam que era nas Barreiras, mas onde seria o lugar mais preciso? Seria perto do Resort, ou onde existem as barracas, ou perto do Farol? Existe Alguma teoria de onde seriam as fortificações de forma mais precisa?

    ResponderExcluir
  4. Caro Carlos Augusto, sou primo do George Arraes!!!

    ResponderExcluir