O Blog:

Amigos e conterrâneos camocinenses, a gente só dar o que tem. Quando pensamos editar um blog, este foi o pensamento: doar todo nosso esforço na construção de uma ferramenta como esta para a divulgação pura e simples da nossa história. Contudo, essa é uma oportunidade de todos participarem desta empreitada, seja comentando, sugerindo, corrigindo e, efetivamente, participando dessa grande viagem que a História nos proporciona. Que nosso "POTE" nunca encha e sacie a todos!!!

domingo, 27 de março de 2011

DEU EMPATE!

Como prometemos, vamos ao resultado do jogo entre as seleções de Sobral x Camocim, pelo Intermunicipal de Foot-ball de 1951. o jogo aconteceu no Campo da CIDAO e placar final ficou em 3 x 3. O jornal "Correio da Semana", talvez por ser um jornal voltado para a doutrina católica, não traz mais informações sobre o andamento do jogo. Vejamos um pouco do que diz a matéria: "Conforme mandam os Estatutos da Federação Cearense de Sporte (sic!)o jogo deveria ser prorrogado mais vinte minutos para a decisão final, entretanto a embaixada de Camocim, representada pelos senhores Fernando Trevia e Aniceto Rocha alegando que não desejavam mais desputar os vintes minutos, decidiu a retirada do cmpo do selecionado camocinense. Por força dos mesmos Estatutos, ficou desclassificado referido slecionado para os demais jogos. Por este motivo o selecionado sobralense ficou classificado no fogo de domingo. O jornal informa ainda que a renda somou Cr$ 11.000,00. Não sabemos o motivo que o selecionado de Camocim "tirou o time de campo", mas, suponho que tenha acontecido outros fatores que o jornal sobralense omitiu. Quem souber, comentários para a postagem.







Foto: Jornal Correio da Semana. Quarta-feira 22 de agosto de 1951, nº 43.
Arquivo NEDHIS - Núcleo de Estudos e Documentação Histórica. Curso de História /UVA.

2 comentários:

  1. Certa vez houve um jogo memorável entre Camocim e Sobral que Camocim perdeu na prorrogação.
    Tratava-se de uma descisão e parece que o jogo foi realizado na Capital começando à noite e entrando pela madrugada.

    Não sei precisar o ano, mas certamente não foi esse da manchete do jornal, pois a matéria fala de um abandono de campo e segundo soube Camocim perdeu na prorrogação.

    O bom do futebol no campo do Ferroviário era as guloseimas que as pessoas vendiam, tipo: bom bucado, cocada, colchão de moça, pirulito enfiado num palito, alfinim, broa, e outros que não lembro e que atualmente ninguém encontra mais para comprar.

    Nas suas pesquisas caro professor e historiador Carlos Augusto, poderia nos informar quando o time do Ceará Sporting Club jogou em Camocim?
    Tenho uma vaga lembrança dessa partida, mas não sei precisar o ano.

    Grande abraço e parabéns pelas matérias do blog.

    Fco. Souza

    ResponderExcluir
  2. Vamos pesquisar, Francisco. Me parece que o Ceará jogou duas vezes em Camocim;

    ResponderExcluir