O Blog:

Amigos e conterrâneos camocinenses, a gente só dar o que tem. Quando pensamos editar um blog, este foi o pensamento: doar todo nosso esforço na construção de uma ferramenta como esta para a divulgação pura e simples da nossa história. Contudo, essa é uma oportunidade de todos participarem desta empreitada, seja comentando, sugerindo, corrigindo e, efetivamente, participando dessa grande viagem que a História nos proporciona. Que nosso "POTE" nunca encha e sacie a todos!!!

sábado, 24 de setembro de 2016

VI SETEMBRO CAMOCIM - VII. O SÍTIO ARQUEOLÓGICO DE LAGOA DAS PEDRAS - CAMOCIM

Camocim não é apenas o paraíso natural representado por dunas, mangues e praias. No interior do município, na localidade de Lagoa das Pedras, distrito de Amarelas, existe um lugar pitoresco com formações rochosas e pinturas rupestres. É disso que trata a matéria abaixo.
by Vanderlândia de Araújo Teles
Aluno do Curso de História do PARFOR/UVA/Camocim

Entrada do Sítio Arqueológico de Lagoa das Pedras. 2016. Camocim.
Foto: Vanderlândia de Araújo Teles

A Localidade de lagoa das Pedras é um lugar pouco povoado, mas tem um desconhecido Sitio Arqueológico, que há algum tempo este foi ameaçado por pessoas que exploram comércio de pedras (britadeiros). No entanto, pelo das pedras serem muito consistentes, eles desistiram da exploração.
Detalhe de pintura rupestre. Sítio Arqueolócigo
Lagoa das Pedras. 2016. Amarelas.Camocim-CE.
Foto: Vanderlândia de Araújo Teles
O local é recheado de histórias e lendas. Populares nos relataram que ao anoitecer, os habitantes do lugar mais antigos viam moças e soldados armados em cima das pedras.                                               
Estas pedras nos traz uma historia de pinturas rupestres, que são desenhos que nos remetem a um passado distante, de marcos deixados por antepassados. Alguns arqueólogos já visitaram o lugar mas não deram ainda a devolutiva e deixaram o povo desta comunidade  na curiosidade de saber realmente quem foram as pessoas que habitaram o lugar.
Ainda sobre os relatos dos moradores, este lugar teria sido encantado por fadas, pois no dia em que descobrisse o que significava o que estava naquelas pedras o lugar se tornaria uma cidade  e o descobridor ficaria rico.
Este lugar deve se estudado para tirar as dúvidas desta comunidade  para saber quem foram os que deixaram estas marcas.
Por outro lado, entendemos que se o lugar for bem estudado e preservado poderá ser um local de visitação turística e histórica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário