O Blog:

Amigos e conterrâneos camocinenses, a gente só dar o que tem. Quando pensamos editar um blog, este foi o pensamento: doar todo nosso esforço na construção de uma ferramenta como esta para a divulgação pura e simples da nossa história. Contudo, essa é uma oportunidade de todos participarem desta empreitada, seja comentando, sugerindo, corrigindo e, efetivamente, participando dessa grande viagem que a História nos proporciona. Que nosso "POTE" nunca encha e sacie a todos!!!

sábado, 1 de outubro de 2016

VI SETEMBRO CAMOCIM - XVI. A LOCALIDADE DE BOQUEIRÃO DOS ROSAS

No dicionário, boqueirão pode significar uma saída larga para um campo, abertura de um rio ou canal, ou mesmo  uma quebrada entre montanhas. No entanto, nessa matéria, falaremos sobre a localidade de Boqueirão dos Rosas, no município de Camocim-CE, distante  15 Km da sede e situada entre as comunidades de Cangalhas e Boqueirão dos Adroaldos.


Centro da localidade  de Boqueirão dos Rosas. Casas da Família Rosa. 2016. Camocim-CE.
Foto: Maria Geissiane da Conceição Silva
by Maria Geissiane da Conceição Silva
Aluna do Curso de História PARFOR/UVA/Camocim

Antigamente essa localidade era conhecida por Boqueirão dos Inácios, pelo fato dos integrantes dessa família serem os primeiros habitantes do lugar, sem, no entanto ter-se nenhum registro oficial. Com o passar do tempo alguns componentes dessa família foram embora para Camocim e outros faleceram na própria localidade.                                Depois da chegada da família Inácio na localidade veio a segunda família, conhecida como “Família Rosa”, um grupo de pessoas que se estabeleceu rapidamente na localidade chegando a ser uma das maiores famílias das comunidades vizinhas. 
Visão antiga da localidade de Boqueirão dos Rosas.
 Foto: Acervo Família Rosa.

Com o tempo, o nome da localidade passou a ser Boqueirão dos Rosas pelo fato de ser uma das  maiores famílias que habitavam na localidade, passando a ser registrada oficialmente em cartório, aproximadamente nos anos 1970.Com o passar do tempo outras famílias foram chegando à localidade, entre elas estão à família Andrade, Maximiano, Lázaro e Moura, fazendo assim a localidade crescer mais rápida. No ano de 1999 foi construída na localidade uma escola que recebeu o nome de João Maximiano de Sousa. A escola recebeu esse nome por causa da doação do terreno feita pela família Maximiano. Depois da construção da escola houve um pequeno conflito entre as famílias Maximiano e Rosas, pois a família Maximiano além de ser contemplada com o nome da escola queria também a renovação do nome da localidade para Boqueirão dos Maximiano. No entanto,  como o nome da localidade já estava em registro oficial e não poderia mais modificar a família Rosa ganhou a questão sendo confirmada em cartório o nome da localidade como Boqueirão dos Rosas. Atualmente habitam no local aproximadamente 105 pessoas. A comunidade têm muitas belezas naturais e uma das principais fontes de renda é a produção de verduras e a agricultura, trazendo assim o sustento das famílias.


FONTE: Entrevista com Antónia Oliveira, em 26 de setembro de 2016, coordenadora pedagógica. Entrevista realizada na escola João Maximiano de Sousa por Geissiane Silva.



Nenhum comentário:

Postar um comentário