O Blog:

Amigos e conterrâneos camocinenses, a gente só dar o que tem. Quando pensamos editar um blog, este foi o pensamento: doar todo nosso esforço na construção de uma ferramenta como esta para a divulgação pura e simples da nossa história. Contudo, essa é uma oportunidade de todos participarem desta empreitada, seja comentando, sugerindo, corrigindo e, efetivamente, participando dessa grande viagem que a História nos proporciona. Que nosso "POTE" nunca encha e sacie a todos!!!

sábado, 1 de outubro de 2016

VI SETEMBRO CAMOCIM - XV. A FESTA DA LAGOSTA

A junção da atividade econômica e prática cultural pode render tradições. De alguma forma foi isso que ocorreu quando Camocim era o maior polo lagosteiro do nordeste entre os anos 1970 e 1990. A cada final da pesca da lagosta era realizado uma grande festa dançante que escolhia entre as jovens da cidade sua rainha e princesa. A Festa da Lagosta ainda sobreviveu á atividade pesqueira e teve 34 edições. É disso que estamos falando na matéria abaixo

Da esquerda para a direita. Sara Alice, eleita Rainha e Cynthia Monteiro, como Princesa da Lagosta. Camocim-CE. 2010. Última Festa da Lagosta em Camocim. Fonte: Camocim online.


by Irlenilson Brito
Aluno do Curso de História PARFOR/UVA/Camocim

Era por volta dos anos 1970, sempre no mês de maio que se iniciava a pesca de lagosta em Camocim. Quase sempre no Primeiro de Maio, amigos e familiares se reuniam por toda nossa linda orla marítima para verem a saída dos desbravadores do mar, mais conhecidos como lagosteiros, heróis que saíam mais uma vez em busca de seu sustento  e do sustento de suas famílias, onde muitos chegavam a passar até 90 (noventa) dias navegando em nosso maravilhoso Oceano Atlântico, pois na época era uma grande marca na economia da cidade.
O fim da pesca já era esperado mesmo quando nem se tinha dado início, pois a mesma era marcada por um grande evento, evento esse que era destaque em toda a região norte, conhecido como a FESTA DA LAGOSTA.  
O evento passou a ser o mais esperado do ano e que boa parte da população de Camocim gostaria de estar presente, pois além de ser um evento festivo também era um evento de realização de sonhos. O ponto alto da festa era a eleição da Rainha e da Princesa da Lagosta, na qual várias meninas sonhavam em ganhar as respectivas faixas. O primeiro evento aconteceu pelos anos de 1976 no famoso COMERCIAL CLUB, onde contava com grande apoio das empresas locais de pesca. Já por volta de 1991 à festa já acontecia na AABB de Camocim, clube que serviu também de palco para varias atrações que até hoje são lembradas por muitos. Com o passar dos anos a festa foi se expandindo cada vez mais chegando ao ponto de ser transferida para o LIONS CLUB que tinha como objetivo arrecadar fundos para a manutenção de uma Escola Monsenhor Inácio Nogueira Magalhães que era mantida pela instituição.

Após 33 anos consecutivos de festa, a 34ª edição foi realizada em julho de 2010 no mais famoso clube da cidade, então conhecido como SÍTIO FORRÓ LEGAL localizado na Rua João Pessoa atual saída de Camocim, ainda sob a organização total de Lions Club. Desta vez ninguém imaginava que ali estavam diante da última Festa da Lagosta de Camocim, pois muitos já criavam expectativas para o ano seguinte. Somente com a chegada do ano de 2011 passou-se a perceber nitidamente que aquela tradição cultural havia entrado no túnel do abandono e que a festa que era um diferencial em Camocim ia passar a ser esquecida. Hoje, pode-se imaginar quantas memórias temos dessa festa? Quantas historias foram perdidas? Quantos sonhos realizados seriam arquivados? Enfim... Para alguns camocinense seria normal, pois Camocim deveria se chamar de  "terra do já teve" e não seria a Festa da Lagosta que iria mudar esse cenário. 

Um comentário: