O Blog:

Amigos e conterrâneos camocinenses, a gente só dar o que tem. Quando pensamos editar um blog, este foi o pensamento: doar todo nosso esforço na construção de uma ferramenta como esta para a divulgação pura e simples da nossa história. Contudo, essa é uma oportunidade de todos participarem desta empreitada, seja comentando, sugerindo, corrigindo e, efetivamente, participando dessa grande viagem que a História nos proporciona. Que nosso "POTE" nunca encha e sacie a todos!!!

sábado, 1 de outubro de 2016

VI SETEMBRO CAMOCIM - XVII. UM POEMA A CAMOCIM

As paisagens e cenários camocinenses são realmente inspiradores para artistas plásticos, escritores, poetas, dentre outros. A matéria abaixo é simplesmente um poema de louvor à Camocim.


by Francisco da Paz Pessoa (Silvio Paz)
Aluno do Curso de História PARFOR/UVA/Camocim


Rio Coreaú. Camocim-CE. 2016. www.luissucupira.com.br


MEU RIO, MEU MAR

ESTE RIO QUE PASSA EM MINHA FRENTE
DESLUMBRANTE DE CHARME E DE BELEZA
É SOMENTE O TOM DA NATUREZA,
DESPERTANDO MEU SUBCONSCIENTE
E ESTE SOL QUE ME QUEIMA DE TÃO QUENTE
E ME IRRADIA  O BRILHO NO OLHAR
E EU AQUI SENTADO A BEIRA MAR
VENDO AS VELAS SURGIREM CALMAMENTE.

SOBRE AS DUNAS ARDENTE COMO O SOL
VEJO AREIA DE RARA CLARIDADE,
COMO NUVENS  ENCOBREM A CIDADE,
PELO VENTO EM FORMA DE LENÇOL
OS COQUEIROS, OS MANGUES, O FAROL
E A MARÉ NO CAIS A BALANÇAR
COM AS CANOAS BAILANDO SOBRE O MAR
SICRONISMO QUE ENFEITA O ARREBOL.

QUEM ME DERA SE EU FOSSE UM MARINHEIRO
E EM TEU LEITO PUDESSE NAVEGAR
PRA CONTIGO NAS MATAS ME EMBRENHAR
E PELO VALE  SUBIR O DIA INTEIRO
AS NASCENTES SERIA MEU ROTEIRO
E O ATLÂNTICO MEU PONTO DE CHEGADA
NEM QUE FOSSE EM PLENA MADRUGADA
PRA QUE A LUA PUDESSE VER  PRIMEIRO.

OH SENHOR,
QUE COM SUA SÁBIA E GENEROSA MÃO
FEZ Á VIDA E TUDO FLORESCER
E ALEGRIA DE CADA AMANHECER
QUANDO HÁ VERDE E ÁGUA NO SERTÃO
EU LHE PEÇO COM TODA DEVOÇÃO
NOS PROTEJA DA SUJEIRA E DO ESTIO
E PRESERVE AS BELEZAS DO MEU RIO
SEMPRE VIVA PRA TODA GERAÇÃO.


Nenhum comentário:

Postar um comentário