O Blog:

Amigos e conterrâneos camocinenses, a gente só dar o que tem. Quando pensamos editar um blog, este foi o pensamento: doar todo nosso esforço na construção de uma ferramenta como esta para a divulgação pura e simples da nossa história. Contudo, essa é uma oportunidade de todos participarem desta empreitada, seja comentando, sugerindo, corrigindo e, efetivamente, participando dessa grande viagem que a História nos proporciona. Que nosso "POTE" nunca encha e sacie a todos!!!

terça-feira, 13 de setembro de 2011

SC 10 - A CAPELLA DE SÃO PEDRO

Igreja de São Pedro. Disponivel em http://pesquisecamocim.blogspot.com
Em junho passado havia postado uma matéria sobre a Igreja de São Pedro, precisamente sobre as motivações que o Padre Manuel Henriques havia lançado em uma Carta Aberta ao povo de Camocim para adquirir ajuda financeira para erguer a então capela em "honra do Apósotolo Pedro" (Portaria de Licença para Construção da Capella de São Pedro). Hoje trazemos um pouco mais dessas motivações, agora escritas no Livro de Tombo da Paróquia de Bom Jesus dos Navegantes. Como podemos ver, as justificativas do padre não era comente com comunistas:
Capellla de São Pedro
Necessitando immensamente Camocim da construção de mais uma Igreja, num local que ficasse não só ao acesso dos moradores dos seus bairros mais populares, que são precisamente os da parte norte da cidade, entregues tradicionalmente a uma lamentavel e parece que incorrigivel decadencia de costumes, num local, onde, tambem se pudesse dar combate mais efficiente às idéas communistas e partecularmente às protestantes, actualmente aqui pregadas, de mil e novecentos e trinta e tres para cá, por ininterruptas missões protestantes norte-americanas, num local, finalmente, que tambem oferecesse facil acesso ao povo da parte central da cidade - fiz no extremo da "" Rua 24 de Maio"  em nome do Patrimonio do Senhor Bom Jesus dos Navegantes, compra ao Sr. André Pessôa e sua Senhora. d. Maria Luiza Pessôa, de um terreno appropriado para a referida construção.
Quiz collocar a nova Igreja sob a invocação de S. Pedro, Chefe da Egreja e patrono dos pescadores, afim de que tendo essa feição simpathica para elles e, ademaes, ficando próxima de suas moradias, contribuisse essa circunstancia para attrahir à Egreja os pescadores e os operarios dos bairros em torno e visinhos. (...)
Como vimos, o texto traz muitas informações interessantes do passado e questões para pensarmos o presente da nossa história. 
Fonte: 2º Livro de Tombo da Paróquia de Bom Jesus dos Navegantes. 1931 -1961. p. 82.

Nenhum comentário:

Postar um comentário