O Blog:

Amigos e conterrâneos camocinenses, a gente só dar o que tem. Quando pensamos editar um blog, este foi o pensamento: doar todo nosso esforço na construção de uma ferramenta como esta para a divulgação pura e simples da nossa história. Contudo, essa é uma oportunidade de todos participarem desta empreitada, seja comentando, sugerindo, corrigindo e, efetivamente, participando dessa grande viagem que a História nos proporciona. Que nosso "POTE" nunca encha e sacie a todos!!!

sábado, 3 de setembro de 2011

SC2 - DADOS MONOGRÁFICOS DE CAMOCIM - PARTE 1

O Livro de Tombo de uma paróquia é como se fosse um diário onde o pároco, como bom observador de sua terra e de sua gente, anota o dia a dia da administração paroquial e ainda, para os mais afeitos à escrita, a história do lugar. Neste sentido, o 1º Livro de Tombo da Paróquia de Bom Jesus dos Navegantes traz alguns dados interessantes referentes a Camocim do passado que passamos a transcrever:

MONOGRAFIA - CAMOCIM-CE
 Situada ao sul da capitania doada em 1535 ao historiador João de Barros, associado a Aires da Cunha e Fernando Alvares de Andrade, a região de Camocim permaneceu paticamente indevassada até 1792, quando se registram tentativas de aldeamento dos índios tremembés, que dominavam a costa.
Procedentes de Tutóia, ali chegou, naquele ano, acompanhado da família Gabriel Rodrigues da Rocha, com objetivo, ao que se sabe, de dedicar-se a prático da barra. Entre 1838 a 1873, diversas famílias, incluisve algumas imigradas do interior, fixaram-se na região, atraídos pelo litoral, onde esperavam encontrar terras férteis. (...) De simples distrito policial, criado por volta de 1868, pasou Camocim à categoria de distrito de paz, em 1878, e um ano depois a Município.
A freguezia fois instalada em 1883, sob a invocação de Bom Jesus dos Navegantes. (...) Foi elevada à categoria de vila.instalada a 8 de janeiro de 1883. (...) A Vila recebeu foros de cidade a 17 de Agosto de 1889 (Lei Provincial Nº 2162). (...) A Câmara de Camocim foi criada pela Lei Estadual Nº 1943, de 8 de Novembro de 1921, suprimida duas vêzes e finalmente restabelecida em 9 de junho de 1948 (Lei Nº 213) e instalada a 13 de agosto do mesmo ano.

Fonte: 1º Livro de Tombo da Paróquia de Bom Jesus dos Navegantes, p.34v-35.
Foto: Arquivo do blog 

Nenhum comentário:

Postar um comentário