Páginas

sexta-feira, 23 de julho de 2021

VOCÊ SABIA? BIBLIOTECA PINTO MARTINS.

 

Biblioteca Municipal Pinto Martins. Camocim-CE. 2021. Foto: Blog CPH.


Depois de um período fechada por conta dos protocolos da pandemia do COVID 19, a Biblioteca Pública Pinto Martins, volta a abrir suas portas ao público estudantil e em geral. Para os estudantes que estão de férias escolares é mais um espaço oferecido pela administração para leituras e pesquisas. A Biblioteca Pública Pinto Martins possui um bom acervo de obras antigas,recentes e de referência.
A Biblioteca Pública Pinto Martins foi criada pela Lei Municipal Nº 313 de 09 de outubro de 1972, na gestão do prefeito José Maria Primo de Carvalho e funciona na casa onde nasceu o aviador camocinense Euclydes Pinto Martins. A última reforma no local foi feita em 2018, na gestão da prefeita Mônica Aguiar.
Desde os anos 1970, a biblioteca cumpre um papel importante na educação dos camocinenses. Visite a nossa biblioteca, que está funcionando em horário corrido, das 8:00h às 14:00h e leia um bom livro!

2 comentários:

  1. A simbologia nutrida nesta casa serve de alimento para as almas dos camocinenses, principalmente os profissionais da Educação que se encarregam do estudo e da produção da história e preservação da memória da cidade sereia. Pois, a casa onde o destino quisera fazer nascer aquele que seria a grande personalidade da aviação brasileira e mundial, nas primeiras décadas do Século XX, depois de Santos Dumont, está encravada no centro de Camocim-CE. E esta histórica casa está sendo muito bem utilizada ao ter sido transformada numa biblioteca com o nome de seu ilustre filho, o aviador Pinto Martins. No entanto, se por um lado nós camocinenses sentimos orgulho de vermos em nossa cidade a casa que abrigou Pinto Martins, embora por pouco tempo em sua infância, se tornar num espaço de leitura e pesquisa, por outro lado sentimos falta de uma Política Pública de preservação do Patrimônio Arquitetônico de Camocim, através da qual, outros prédios históricos também pudessem ser preservados e reutilizados em função da cultura, da História e da Memória dos camocinenses.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelos comentários, meu caro Francisco Rocha...

    ResponderExcluir